23/06/2005

FOGUEIRA DAS VAIDADES

Como diria Eduardo Dussek: "chocante, chocante, chocante".

A repercussão da entrevista no Jô foi impressionante. Antes do programa acabar, já havia mais de 70 emails na minha caixa postal. Até agora, já são mais de 200, a maioria de scraps no Orkut. O acesso diário ao blog pulou de 120 para 400, por enquanto. E quando saí na rua, fui metralhado por um helicóptero, flechado por índios e comido por um jacaré.

Mas dentro do meu apartamento tudo continua igual...

Daniel veio aqui ontem, para fazer um jantar e assistir ao programa. Com nossa sorte habitual, o gás acabou quando ele começava a mexer as panelas. Eu, que já tinha bebido algumas taças de vinho, comecei a quebrar cabos de vassoura para tentar formar lenha para fazer uma fogueira e continuar cozinhando. Haha. O foda foi achar um lugar para o incêndio. Eu estava quase acendendo dentro do tanque de roupa, que é de concreto, mas como o ralo e o cano são de plástico, achei que não daria certo...

Ficamos só no vinho.

Bem, bem, como tem muita gente nova aqui, perguntando como faz para comprar os livros, explico:
"Feriado de Mim Mesmo" (o mais recente) e "A Morte Sem Nome" se encontram por aí, nas boas casas do ramo, no Submarino, Saraiva, etc. Eu não tenho estoque aqui em casa então não tenho como vender. Sugiro que procurem nas livrarias e PEÇAM ao vendedor, que isso ajuda a mostrar que o livro está sendo procurado, coisa e tal.

O primeiro, "Olívio", que foi lançado por uma editora menor e tudo mais, está encalhado e é difícil de encontrar por aí. Para saldar dívidas de direito autoral, a editora me deu um estoque monstro de 300 livros. Então estou vendendo para quem quiser, autografado, cobrando o mesmo preço das livrarias, sem custos adicionais de envio. Sai por 21 reais. Quem quiser, me mande um email (saintdragon@uol.com.br), eu passo os dados da conta para depósito. Como tem muita gente pedindo, eu dou um valor ligeiramente diferente para cada um (21,01; 20,88; 20,93) só para eu saber quem depositou.

Fiquei sabendo por um leitor que já saiu o conto que mandei para a "Bestiário". É quase uma fábula, "O Amolador de Facas", e foi escrito há dois anos. Sei que tô entuxando isso aqui de contos, mas pra quem quiser ler, vai lá o link:

http://www.bestiario.com.br/16.html

Bom, é isso, a gente vai se falando. No orkut a coisa tá foda. Vocês sabem como aquele troço é lento, e para eu responder todos aqueles scraps e adicionar o povo tá foda. Acho que o servidor deles tá precisando de uns donuts.

LEVE NEVE

Com minha herdeira, a Trevosinha Valentina.  Lançamento ontem em São Paulo. São Paulo é o que conta - é minha casa, minha base, daqui...