19/10/2005

PÓ DE VIDRO E VENENO DE COBRA

Descobri que uma maldição está se alastrando por meu prédio todo, como vazamento. Meu banheiro começou com umas manchas "Dark Water" e agora os pedreiros vieram marretar aqui também. O visual até que está interessante, todos os canos expostos. Parece que estou vivendo no set de um filme do Freddy Krueger, mas logo eles passam o reboco e eu volto à minha realidade Walter Salles...

Estou indo pro Rio. Já saíram várias notinhas, matérias e fotos pela imprensa de lá. Recebi uma que falava do evento, dava o nome dos escritores e dizia que eu era "o único escritor brasileiro participante". Ahaha. Puta merda, vai ser jornalista barbeiro assim no inferno! Eles não sabem de onde vem o Ruffato, o Joca, Sergio Sant'Anna?

Aliás, eu tava com a programação completamente errada. Mudou tudo e ninguém me avisou. Só fiquei sabendo hoje, pela imprensa.

O Globo pegou alguns depoimentos dos participantes (meu inclusive) e fez uma matéria mais analítica sobre o encontro. Dá pra ler aqui:

http://oglobo.globo.com/jornal/suplementos/

segundocaderno/188823863.asp

Recebi também uma resenha bem interessante sobre "Feriado de Mim Mesmo" no jornal "O Popular" de Goiânia. Achei interessante porque, em resumo, o resenhista Rogério Borges diz que eu sou um bosta, mas escrevo bem. Haha. Quero dizer, ele elogia bastante o livro, mas de uma forma bem venenosa. Diz algo como "veja só, que surpresa, ele escreve bem", além de colocar umas inverdades. Diz que "num debate em São Paulo" eu havia afirmado que não li Clarice Lispector nem Guimarães Rosa e que "descartava deselegantemente esses autores". Hum, será que ele dormiu durante o debate? Pois se eu mesmo LI DURANTE O DEBATE um conto da Clarice, e disse que gostava bastante dela, mas que não era uma das minhas influências de base. Do Rosa eu realmente li muito pouco, por enquanto só alguns contos, mas li. De qualquer forma, lendo a resenha com soro antiofídico, é bem escrita e ele faz uma análise legal do livro, isso é o que importa.

Bem, tchau, fui pro Rio. A programação (corrigida e atualizada) está no post abaixo. Vejo os cariocas lá.

UM ANO TREVOSO

Saindo do poço... Não foi fácil para ninguém, não se engane. Não foi fácil para mim. Estava revendo há pouco minhas retrospectivas de a...