25/03/2006

AQUELE QUE SE ESCONDEU DENTRO DO ARMÁRIO.

Uma vez em Bremerhaven, uma pequenina cidade no norte da Alemanha, eu estava conhecendo um cemitério e vi uma crípita aberta. Resolvi entrar para dar uma explorada, desci as escadas, cada vez mais escuro. Lá embaixo não consegui ver mais nada. Um breu só. Como estava com minha câmera, resolvi bater uma foto e iluminar com um flash o local...

Nada. Nenhum caixão, nenhuma alma penada. Apenas uma sala vazia. Devia estar aberta por isso, tinham esvaziado. Mas eu tinha certeza de que quando revelasse o filme, haveria algo lá...

Nada. Nenhuma velhinha. Nenhuma névoa. Nem mesmo uma sombra estranha. E essa foi minha última tentativa de registar um fantasma. Que oportunidade melhor eu teria?

E hoje fui assistir com Cristiane Lisboa o filme "Espiritos", dirigido por uma dupla de tailandeses. O filme é em cima dessas fotos que mostram espíritos. Interessante. Mas repete todas as fórmulas de filmes de terror orientais recentes ("O Chamado", "Dark Water", "The Eye"). Nada novo. Pelo menos o protagonista é gatinho...

Então vai aí. Acho que já coloquei este link aqui, faz tempo, mas mando de novo. Um site brasileiro que analisa supostas fotos de fantasmas. Bem divertido:

http://www.ceticismoaberto.com/fotos/fotofantasma00.htm

E também tem um vídeo, que recebi ontem do Coelho:

http://youtube.com/watch?v=yjH6hwWRD68

Para quem acredita nessas coisas... Outro dia eu estava conversando com um pitéu... e ele me disse que costumava ver uma aparição no apartamento dele: "De um escritor, sabe, aquele de óculos, que tem um rosto comprido, como é mesmo o nome dele?"

"Mário de Andrade?"

"Isso, esse aí. Outro dia eu estava dormindo, só de cueca, de repente vi um homem sentado ao lado da cama. me cobri e fechei os olhso. Quando olhei de novo, ele não estava."

Ele parecia falar sério... então tive de avisá-lo...

"Mocinho... você sabia que Mário de Andrade era gay?"

LEVE NEVE

Com minha herdeira, a Trevosinha Valentina.  Lançamento ontem em São Paulo. São Paulo é o que conta - é minha casa, minha base, daqui...