15/01/2008

A TEORIA FASHIONISTA DO CAOS



Foto: Joel Peter Witkin

Já é inverno, já começou a nevar e eu nem chupei meu picolé. Ao menos nesta nova temporada de moda em SP....

Começa amanhã mais um São Paulo Fashion Week e eu estarei de volta com minha página-coluna, "O Caminho de Santiago", no veículo oficial do evento.

O "Journal" do SPFW é editado pelo clã da Erika Palomino, e ela me convidou na edição passada a expor minha visão particular do evento. Foi divertido. O pessoal gostou. Eu fiquei feliz. Todo mundo ficou feliz. Então voltei agora, na edição outono/inverno 2008.

Não sou lá um grande especialista em moda, é verdade. Mas Erika sempre foi querida e me deu carta branca para eu seguir meu próprio caminho. O tema desta edição facilita: "O Caos Urbano", "O lugar do indivíduo", "São Paulo, uma Babel para o século 21", tudo o que eu rumino diariamente no meu cházinho da tarde.

E agora, além de ser distribuido no evento, o Journal também vai encartado no Estadão, então quem não passar por lá pode conferir minha coluna no conforto da sua casa, desta quarta-feira até terça da semana que vem. Prometo que vou tentar escrever menos bobagens do que da última vez... E garanto que não vou conseguir.

Como um "plus a mais", minha página será ilustrada por Alexandre Matos, um jovem artista plástico que está responsável também pelas ilustrações do meu próximo romance.

Ainda não vou colocar nenhuma ilustração do livro aqui, mas vocês podem conhecer o trabalho dele no:

http://www.alexandrematos.com/

Nesse ritmo de coleções, lançamentos e abertura do ano, me encontrei hoje com o fashionista literário Marcelino Freire. Constatamos com surpresa que grande parte dos "novos autores" estão lançando livros nos próximos meses: Marcelino Freire, Santiago Nazarian, Clarah Averbuck, Cristiane Lisbôa, Joca Terron, Daniel Galera, Ivana Arruda Leite, Marçal Aquino...

E os jornais vão continuar divulgando. O público vai continuar não comprando. Os recalcados vão continuar chochando e assim segue a bela literatura contemporânea.

Isso é tudo o que tenho a dizer hoje.

VOTUPORANGA, SÃO PAULO, SÃO ROQUE E FIM!

Quinta agora, com Reynaldo Damázio. Se há algo de que não posso me queixar este ano é dos eventos. Antes mesmo de lançar o livro novo o...