16/10/2008

SHE WALKS IN BEAUTY LIKE THE NIGHT

Na revista Joyce Pascowitch deste mês tem um perfil/entrevista que eu fiz com a Carolina Ferraz. O que eu sei de Carolina Ferraz? Tudo o que ela me disse... E um pouco mais. Me inspirei num poema do Byron (e qualquer semelhança com uma letra do Suede não é mera coincidência). Foi divertido fazer.

A revista como um todo está bem bacana, fazendo aniversário de dois anos. Eu estava lá, no primeiro número, com um perfil meu, depois comecei a participar como colaborador. Joyce sempre deu força pra mim, desde o começo, e é uma mulher bem louca. Eu gosto.

Nesta edição tem divas de outros tempos, matérias policiais e um ensaio fetiche com Kayki Brito (nunca sei escrever o nome desse menino... sempre tento, todo dia, todo dia tento acertar o nome dele, mas não consigo. Queria eu fazer o Caique Britto... digo, queria eu fazer um perfil do Kayky Brito... digo... Queria fazer por inteiro mesmo, e deixemos nisso.)

Uh-lalá.

Na Rolling Stone tem uma pequena resenha que fiz da "Enciclopédia dos Monstros", também bacana. Leio sempre a Rolling Stone - é a revista ideal para ler no aeroporto, num vôo, porque dura a viagem inteira - mas escrevo pouco lá. Aliás, tenho escrito pouco na mídia em geral, porque tenho trabalhado mais no meio editorial. Então esse mês tenho de divulgar...

Tem também a entrevista/perfil que fiz com João Gilberto Noll, na Simples, que já falei aqui. Não sei se é fácil achar a Simples pelas bancas, mas vale a pena tentar.

Agora começa a Mostra Internacional de Cinema. Eu bem que quero ir. Todo ano tento acompanhar. Mas Fábio chega com o "Castlevania - Symphony of the Night" e eu sei que não vou mais sair de casa...



QUANTO GANHA UM ESCRITOR

Com Paulo Scott na Garopa Literária Aqui em Maresias. Na casa que Murilo alugou. Cheguei nesta noite fria de sábado e fui fazer um ch...