04/01/2009

2009 FOI UM ANO INTENSO

Consegue ver a nuvem negra sobre mim?


Sinto como se já estivéssemos em março. Só posso descrever o reveillon no Rio asim, como intenso. Além de porres, ressacas, gripe, muvuca e correria, conseguimos ficar parados em pleno viaduto perimetral, na linha vermelha, à meia-noite do dia 1, com dois pneus do carro furados. Já comecei 2009 trocando pneu, passando apuros, mas no final de tudo certo. Ficam as lembranças, os bons amigos e as fotos, que descrevem bem melhor do que eu poderia...


Strausser, Simone, Wesley, eu e Fábio. Bontinhos e esperançosos por um novo ano...


O champagne já tava fazendo efeito... Ainda mais em copo plástico.



Enquanto estava tudo bem na foto.





Minha alma, já descolando.

Gente bonita e malemolente.

Lubrificando a pista.

Ressaaaaaaaaaaaca...

Alê Matos, Strausser e eu. Começamos o ano trocando pneu.

Na linha vermelha, de madrugada, esperando um táxi, um guincho um segundo estepe, qualquer coisa.

Depois, só nos restou afundar no cabrito.

O grande Dussek garantiu o melhor espetáculo de 2009.


Fábio procura, procura, mas não encontra meus livros na Travessa...


Nazarian desafia os cânones.

Com Pedrinho Neves, sassaricando na Colombo.



No final, decidi que o mais seguro era ficar na piscina do hotel, jogando Nintendo DS.

VOTUPORANGA, SÃO PAULO, SÃO ROQUE E FIM!

Quinta agora, com Reynaldo Damázio. Se há algo de que não posso me queixar este ano é dos eventos. Antes mesmo de lançar o livro novo o...