19/08/2009

ME LEMBREI QUE ESQUECI...

...de falar da antologia 90-00 - Cuentos Brasileños Contemporáneos, organizada por Nelson de Oliveira e Maria Alzira Brun Lemos e lançada no Peru. É das antologias mais completas que eu já vi, de autores brasileiros surgidos da década de 90 para cá. São eles: André Sant'anna, Fausto Fawcett, João Filho, Paulo Sandrini, Edyr Augusto, Marcelino Freire, Paulo Scott, Rinaldo de Fernandes, Ronaldo Bressane, Ana Paula Maia, Daniel Galera, Sérgio Fantini, Joca Reiners Terron, Ademir Assunção, Andrea del Fuego, Marcelo Barbon, Luci Collin, Maria Esther Maiel, Michel Melamed, Veronica Stigger e, claro, Santiago Nazarian, em contos relativamente longos (o meu tem 24 páginas).

Pelo que eu saiba, a antologia só foi lançada lá. Mas merecia sair em outros países (e por que não no Brasil?) pela seleção matadora (embora, compreensivelmente, faltem alguns autores).

Eu mesmo, quase não participo mais de antologias. Tenho meus livros por aqui, né? Prefiro que me descubram por eles. Mas lá fora é importante, lá fora é preciso, é uma primeira forma de conquistar espaço. Já tenho contos publicados no Peru, Colômbia, Argentina, Bolivia, México, Espanha, Itália e... que eu me lembre é isso (além de dois romances vendidos para Portugal e Itália).

Tenho orgulho especial desse conto presente na antologia - "Apocalipse Silencioso" ("Apocalipsis Silencioso", em espanhol). É um conto da "nova safra", que eu vou incluir no meu futuro livro de contos.

Foi concebido para ser uma peça de teatro, mas como eu não conseguia escrever em forma de peça, resolvi escrever como conto (que pode ser adaptado futuramente). É basicamente um casal discutindo a relação. Um casal trancado dentro de um apartamento, discutindo aquela relação básica homem-mulher, onde o homem não quer assumir sua parceira como parte de sua vida, construir algo em comum, ter uma vida em conjunto. A pitada nazariana do texto é que eles estão trancados no apartamento... discutindo... sem poder sair... porque... O MUNDO FOI TOMADO POR ZUMBIS, claro.

É basicamente isso.

A antologia só pode ser encontrada no Peru (e mesmo lá é difícil, eu mesmo só tenho o livro porque procurei BEM na Feira de Lima, e comprei. Até agora não recebi um exemplar em casa), mas aguarde, que estou fermentando vários contos, vários contos no mesmo estilo, que será minha próxima publicação em... 2011?

Por enquanto, fique com O PRÉDIO, O TÉDIO E O MENINO CEGO, que você ainda não leu.

REVEILLON DE MIM MESMO

40, hoje.  Não é o fim do mundo, mas é o começo. Hoje faço 40, e não me sinto nada jovem. Acho meio risível. Esse povo de...