13/11/2009

FOTONOVELA LATINA


Mesa de escritores latino-americanos: Francisco Suniaga (maior bestseller daqui), Enrique Belmonte (prestigioso poeta), Nazarian (ex-redator de disk-sexo) e Leo Felipe.

Perdi o apagão. Perdi neurônios. Mas recitei poetas franceses. Ainda em Caracas, passo a fotonovela do dia:


As queridas do Instituto Cultural Brasil Venezuela.


Leo Felipe lê meu "hit single", o conto "Pirañitas." Tem sido o conto perfeito para ler (em espanhol) por eventos América Latina à fora, porque é curto, rítmico, amazonicamente brasileiro e reptilicamente nazariano.


Depois da mesa, me pediram uma entrevista para TV. "É uma estatal," me avisou Leo. Fiquei pensando se era um alerta de "cuidado com o que vai dizer para não ser preso, torturado e apagado definitivamente."
E adivinhe o que passa nos televisores do Instituto...
A fachada.
E meu imenso quarto (essa é só a sala).
A labuta por aqui já acabou. Agora é ir para o skate or die. Novas fotos e relatos quando voltar para São Paulo... se voltar a São Paulo.

Morri.

AS VIAGENS DE MAIO

Debate em Iguape com Chacal mediado por Reynaldo Damazio.  Está chegando ao fim minha turnê com Ana Paula Maia pelo interior do Rio. ...