18/06/2010

MADRID!





Pouco a pouco meus tentáculos vão se estendendo para além do Brasil. Teve a edição portuguesa de "A Morte Sem Nome", "Mastigando Humanos" foi vendido pra Itália e agora Peru, e tenho contos em antologias em praticamente todos os países da América Latina. Já viajei bem aqui pelo continente, agora é hora de voltar à velha Europa.

Viajo amanhã. Participo do Congresso de Novos Narradores Iberoamericanos em Madrid, na próxima semana. Depois estico mais uma como turista. Nunca estive na Espanha, conheço bem só o norte da Europa. E esses eventos sempre são uma boa porta da entrada - você chega já com um propósito, contatos, almoços, jantares, festinhas e gente querendo sorver da sua aura de escritor. Acho bem gostoso. Só espero que meu espanhol faça jus. Para mim ainda é bem mais confortável falar em inglês. Mas nenhum país anglo me chama...


É bem difícil escritor brasileiro lá fora. As editoras têm pouca gente para ler (em português) e avaliar. Além disso, compram mais focados em resultados - vendas! prêmios! - do que no texto em si ou na temática. Mas a coisa está andando... rastejando.... como um bom réptil que sou.


Posto o próximo da Europa, tchau!

AS VIAGENS DE MAIO

Debate em Iguape com Chacal mediado por Reynaldo Damazio.  Está chegando ao fim minha turnê com Ana Paula Maia pelo interior do Rio. ...