22/11/2010

A HOMOFOBIA NOSSA DE CADA DIA


De umas semanas para cá, a questão da homofobia voltou a pipocar à toda no noticiário e na Internet, com casos de agressão em São Paulo, na Parada Gay do Rio e a carta aberta do Reverendo do Mackenzie condenando a projeto de lei que criminaliza atos de homofobia.

Mais do que atos de "homossexuais enrustidos", como a militância gay muitas vezes coloca, essas agressões são demonstrações primárias de falta de aceitação das diferenças. É gente que ainda acha que homossexualidade é uma "opção", uma escolha, relacionada à falta de presença da família ou de falta de vergonha na cara. Gente como essa só vai aprender quando descobrir a homossexualidade dentro de casa, com os filhos, que "foram criados para serem héteros." Por isso, mais importante do que as passeatas e os protestos na Internet é cada um sair do seu armário, dentro de casa, publicamente, trazer exemplos e mais exemplos - que tanto faltam ainda nos dias de hoje.

A coisa está melhorando? Bem, Ricky Martin saiu do armário - e temos bons exemplos na música e na literatura... Mas pouco mais do que isso. Há muito tempo que ninguém se atreve mais a fazer publicamente uma piada de preto. Por que ainda é engraçado fazer piada de gay na televisão?

AS VIAGENS DE MAIO

Debate em Iguape com Chacal mediado por Reynaldo Damazio.  Está chegando ao fim minha turnê com Ana Paula Maia pelo interior do Rio. ...