22/03/2011

"THE JOURNEY IS THE DESTINATION"

Indo da Barra até o Santinho de bike.

Hoje acordei 7:30 da manhã, tomei um café reforçado e fui para o norte da Ilha de bicicleta. Primeira vez que ando de bicicleta aqui, mas também não tem muito para onde ir, só mesmo esse percurso (para sair da Barra pelo sul você encontra o morro da Barra, depois o morro da Mole e por fim o morro da Lagoa, que são intransponíveis de bike, embora eu passe por eles todos os dias à pé.)

Passeio lindo-lindo, na estrada que corta a reserva florestal do Rio Vermelho. Ainda fiz uns desvios para o terminal lacustre da Costa da Lagoa, passei no ingleses e terminei comendo um acaí no Santinho. Fui e voltei em... seis horas, e foi menos cansativo do que dolorido, pelo selim da bicicleta. Ficarei uns dias sem sentar. Não estou acostumado com isso...

A trilha no Ipod foi Cornelius, artista japonês que faz um rock experimental de humilhar o Radiohead (o primeiro álbum dele veio do Itunes do Cesar, o mais recente veio agora do Jaspion e é "fodástico"); e também o disco novo do Strokes, que achei meio palha (uma pena, porque estava viciado no solo do Julian, que só fui ouvir recentemente - e apesar de ser bem diferente, soa mais Strokes do que esse álbum novo.)



E essa foi mais uma despedida aqui da Ilha. Amanhã de noite eu parto - parto de vez mesmo - de volta pra São Paulo. Foi um ano inesquecível, embora extremamente solitário. Conheci gente incrível, mas, sinceramente, sei que a maioria está muito distante do meu universo e só se tornaram amigos pela ocasião, provavelmente eu nunca mais vou ver.

Fica aqui então o registro de todos, porque este blog antes de tudo é um blog, um diário e registro para mim mesmo.


Ida, minha mãezinha verde.
Dona Letinha, dona da casa que eu morei, e sua filha Marta, que também era minha faxineira.
Neusa, colega de academia que poderia ser uma grande amiga...
Irmãozinho Taiya.

André, meu instrutor de mergulho.
Sabrina e Renato, donos do meu sushi favorito.
Pedrinho.
Marina, corretora que me alugou a casa, e Joel.
Minha cabeleireira pin-up-pitoresca-perigheti, Tábita.
A grande Pira.
Gabriel.


Taro e seu Gael.


Irmãzinha Tryshia.

Andréia.

Magu, meu instrutor de kitesurf.


Ricardo e Carlos, amiguinhos das (poucas) baladas.


Marciano.




Amanhã é feriado, aniversário de Florianópolis. Meu último dia, e espero pegar uma praia. Infelizmente, sei que vai ser difícil que qualquer uma dessas figuras me acompanhe... Mas eu volto aqui no blog, para o post de homenagem... ou semi homenagem, com o melhor e o pior da Ilha.

COMEMORAÇÕES

Fim de semana em Maresias.  A neve enfim chegou. Semana mais fria do ano no Brasil coincidiu com a publicação de meu nono livro, Nev...