31/07/2011

O QUE ANDA HAVENDO


Not much...

A PORNOFANTASMA tour por enquanto só passou por São Paulo e Belo Horizonte. Na real, não tenho recebido muitos convites de eventos no Brasil. Mas tem algumas coisinhas bacanas que vêm por aí...

18 de agosto estreia no Rio de Janeiro, Sesc Copacabana, Sala Multi-uso, o espetáculo teatral “Feriado de Mim Mesmo”, da companhia Teatro de Extremos, baseado no meu livro. Ainda não vi nada, e não participei da montagem, mas eles estão com esse projeto (e entusiasmo) há tempos, então espero o melhor.

Além de ir lá para assistir, devo aproveitar a ocasião para fazer a noite de autógrafos do PORNOFANTASMA no Rio. Fique ligado aqui, que dou os detalhes.

No dia seguinte, 19 de agosto, parto para o Festival Nacional do Conto, em Jaraguá do Sul, Santa Catarina. Tenho uma mesa lá às 19h, com Ivana Arruda Leite. Adorei o convite. Apesar de ter morado um ano em Florianópolis, nunca fui convidado para nada lá, nunca havia sido convidado para nada em Santa Catarina. É um amor não correspondido - Santa Catarina me despreza, cospe em mim. Espero agora resolver isso, ou “beijar essa boca que me escarra...”

Daí em setembro tem a FILBA – Festa Literária de Buenos Aires, em que sou um dos autores convidados – uh-hu. Devo ficar dez dias na cidade, participar de uma mesa, discotecar numa festa e rever uma querida amiga, além de comer alfajores e churrasco.

E em novembro tenho uma turnezinha por quatro cidades da Alemanha! Brasil é convidado de honra da Feira do Livro de Frankfurt, em 2013, e já começaram as preparações. Já estão convidando escritores para preparar o terreno, vou fazer algumas leituras e apresentar meu livro. Vai ser minha quarta passagem pela Alemanha, embora seja sempre meio turbulento... Será que agora me acerto?

Aproveito para antes, em outubro, dar meu quarto pulo na Finlândia. Quero cruzar para a Noruega, lá em cima, pela Lapônia. E também devo passar alguns dias na Rússia, só no turismo, e na Estônia. Espero voltar da viagem chegando a 22 países na minha contagem total (por enquanto, são 19).

Volto 09 de novembro e já parto para Minas, Festival Literário de Cataguases, onde terei uma mesa novamente com a querida Ana Paula Maia, dia 12.

E por enquanto é só.

No dia-a-dia, continuam as traduções. Estou malhando também um livro juvenil para a Record – o “Garotos Malditos” – que recebeu ano passado o patrocínio do Prêmio Petrobrás Cultural. Se tudo der certo, termino agora em agosto, para ser publicado no começo do próximo ano.

Depois disso, descansar. Quero dar um bom tempo até publicar um próximo romance. Já publiquei coisas demais, o povo não lê mesmo e vai ficando aquela sensação de “mais um.” Mas já tenho ideias fermentando... Parar de escrever eu nunca paro.

A vida pessoal anda bem restrita e sem graça. Não se pode ganhar todas. A verdade é que ainda não me acertei de volta em São Paulo, e não acho mais a menor graça aqui. Mas é o que temos para hoje. E não faria mais sentido aquela vida de praia (no inverno) em Santa Catarina.

Outro dia, num barzinho no baixo augusta, recebi um bilhete querido de um leitor, num guardanapo:"Que bom te ver por aqui. É só ler seus livros para se apaixonar."

E eu tive de mandar a resposta: "Bom porra nenhuma! Se gostasse mesmo de mim iria querer me ver na Rússia, não no baixo augusta!"

Pois bem, em breve chegarei lá.

REVEILLON DE MIM MESMO

40, hoje.  Não é o fim do mundo, mas é o começo. Hoje faço 40, e não me sinto nada jovem. Acho meio risível. Esse povo de...