25/04/2012


O QUE TEM LIDO?

Com TábitaMaurenValentini, cabeleireira

Tábita, minha cabeleireira pin-up de Florianópolis. 


Nazarian: E aí, Tabitinha, qual foi o último livro que leu?

Valentini: “A Vida como Ela É”, de Nelson Rodrigues.


Nazarian: Hum, e foi como a vida é mesmo?


Valentini: Bem, é a vida que muitos têm, mas q nunca confessariam ter...


Nazarian: Confessa que é a sua? Haha


Valentini: Aiaiai... Não me comprometa que agora sou uma mulher séria, mãe e tudo mais...


Nazarian: Haha, ok. Então digamos que você pode viver no livro uma outra realidade... Hehe. O que mais gostou no livro?


Valentini: Claro que sim... E o que mais gostei foi como o narrador trata as coisas com profunda naturalidade, como se tudo fosse absolutamente normal, possível e aceitável...


Nazarian: O livro é uma coletânea das colunas de jornal do Nelson...


Valentini: Isso mesmo. São 100 contos. Dá para se divertir bem...


Nazarian: "Diversão" não é uma palavra que as pessoas hoje em dia associam com leitura...


Valentini: Mas eu associo porque em alguns momentos não consigo conter as minhas gargalhadas, por mais estranha que a história seja...ou pareça... Devo ser louca…


Nazarian: Não foi o Presidente Lula que falou que ler era "como correr na esteira" da academia, chato, cansativo, mas importante…?


Valentini: Bem, se ele disse isso, faz jus a tudo que penso dele... Quer saber qual o conto de que menos gostei?


Nazarian: Sim.


Valentini: O conto que menos gostei foi “Cemitério de Bonecas”... Porque é tenebroso demais, o final é horrível...


Nazarian: Hum, não é algo aconselhável para uma mulher grávida...


Valentini: Não por isso... Mas é que o velho personagem da trama é um nojento, um falso bom samaritano... Acharia horrível em qualquer circunstância...


Nazarian: Mas você menos gostou por não ser tão bem escrito ou por ser bem escrito "para o mal"?


Valentini: Por ser algo para o mal...


Nazarian: Hum, melhor assim, não? Eu mesmo acho que a literatura mal escrita em si é para o mal, mesmo que fale de anjos, amor e "a chave para a felicidade".

“A Vida Como Ela É”, de Nelson Rodrigues, é uma coletânea de crônicas que ele publicou no jornal Última Hora, durante a década de 50. Sua edição mais recente é da Agir (2006). 


E falando em leituras...


Com o verdadeiro JT LeRoy, a autora Laura Albert. Gravei entrevista com ela. Aguarde...

COELHA VAMPIRA

Ilustração de Marcos Garuti para meu conto, na Revista E.                  Na noite de 28 de março de 2017, o escritor gaúcho João ...