20/06/2012

O QUE ANDA LENDO?


Nina Lemos, jornalista.


Nazarian: Enton, Nina, o que anda lendo?

Lemos: Eu amei o último Paul Auster, Sunset Park. Sobre a crise americana. Tem até uns squatters. Você leu?


Nazarian: Não, li pouca coisa dele, e confesso que não gosto muito. Li Cidade de Vidro e um que chama Mr. Vertigo...


Lemos: Mas esse é foda porque é pop. Pensa, crise, falta de casa...


Nazarian: Será que ele sabe o que é crise? Hoje em dia?

Lemos: Ele romantiza, mas fala dos jovens. Tipo, o personagem principal recolhe entulho de casa abandonada. E tira foto das coisas. É bem legal, viu? Mas eu acho que é uma crise maior do que a crise deve ser.


Nazarian: Como assim?

Lemos: Vou falar loucuras, mas não sei se a crise do mercado imobiliário nos EUA é tão grande assim. Haha. O livro coloca como uma coisa beeem grande. Tipo América devastada, ocupação no Brooklin, jovens sem grana.


Nazarian: Uma coisa apocalíptica?


Lemos: Éeee, meio Berlim demais pros EUA, eu acho. Como se os jovens americanos estivessem mais alternativos do que eles são.


Nazarian: Mas ficção é isso, né? A gente não precisa ver os EUA reais... Talvez esse EUA seja mais interessante...

Lemos: Como se alguém escrevesse sobre a especulação imobiliária em SP. Por sinal, alguém podia escrever. E pensando, é legal um livro americano sobre... como é a palavra mesmo? Gentrificação.


Nazarian: Bem, acho que a crise no Brasil tem data certa para acontecer, e vai ser muito mais grave do que a europeia, porque a gente não tem séculos de estrutura em educação, saúde, transporte... A crise aqui começa quando o Brasil perder a copa.


Lemos: A gente já tá na crise!!! Pinheirinho. Ocupação Mauá.


Nazarian: Mas tem essa euforia do consumo...

Lemos: ...mas assim, essa coisa da moradia, especialmente tá foda, não é à toa que o Mano Brown foi lá e gravou o clipe na ocupação Mauá. O Emicida deu uma entrevista incrível sobre isso. A gente reclamados aluguéis e dos prédios neoclássicos, mas pobre NÃO TEM ONDE MORAR e em SP é pior, Kassab, cracolândia, incorporadoras... A gente tá muito fodido e infeliz.

Sunset Park, do Paul Auster, foi publicado no Brasil pela Cia. das Letras.




PRÓXIMOS, PÓS E PARALELOS

Já à venda. Saiu esta semana o Perdidas - Histórias para Crianças que Não tem Vez - uma antologia de contos e poemas de grandes autore...