03/09/2012

SOBREVIVENDO SOZINHO

Com Nicolas e Daniel. Amo esses meninos.

Estou solteiro há um bom, bom tempo, e há um bom tempo que não tenho aprontado. Aproveitado eu tenho, com os amigos. Depois de tantas temporadas em cidades distantes, países estranhos, é bom poder estar próximo de tanta gente que amo tanto, que faz parte da minha história e compartilha dos meus gostos e ideais, como esses dois trintões bonitões aí em cima.


E os amigos das letras... (Marcelino, Adilson, Ivan)

No meio literário, não tenho lá muitos amigos. Não tenho grandes inimizades, mas não sou exatamente integrado - e quem é? Por isso é sempre bacana os almoços que a Ivana organiza, onde posso encontrar gente com quem simpatizo tanto, mas não vejo muito. No deste domingo deixaram de vir o Bressane, Xico Sá, Joca Terron, mas deu para matar a saudades do Marcelino e ter uma ótima conversa com a Del Fuego, com quem já curti umas boas baladas nesta vida.

Com Ivana. (Eu não tirei o óculos porque estava na ressaca de domingo)


Andrea está mais do que premiada, com um filhinho desses e o marido André. 

A legenda é: primeira e terceira divisão da literatura nacional. Ah-ha! (Mas esperem só, voltarei com minha vingança...)


Marcelino eu via mais quando morava em Floripa...


E além dos amigos... A família. Neste final de semana fui visitar minha sobrinha Valentina, que está linda linda. Eu já recebi a alcunha de "Tio Vampiro"... e dá vontade mesmo de morder.



Com o macacãozinho de muumi eu que trouxe de Helsinki. 


UM ANO TREVOSO

Saindo do poço... Não foi fácil para ninguém, não se engane. Não foi fácil para mim. Estava revendo há pouco minhas retrospectivas de a...