26/12/2014

ENTÃO É NATAL


Eu, como um dandizin no fantasma de um Natal Passado. 

Deixei o Natal passar para não ejacular na sua cidra, mas fiquei remoendo aqui as dores e delícias desse feriado tão pouco brasileiro.

A menina se senta no colo do Papai Noel e pergunta: "Papai Noel, você rói unha?" ao que ele responde: "Hohoho." Vamos ao post. 

Eu odeio e amo o Natal... acho que mais odeio do que amo, penso depois de criar esta lista - a segunda foi bem mais difícil - é um segundo inferno astral no ano


Com a rena, em 2012, na Lapônia. 

Não querendo dar uma de Grinch, mas... Bem, vamos lá: 


DEZ COISAS QUE ODEIO NO NATAL:


- Se você vive de frilas, como eu, é um mês perdido... ou um mês e meio. Tudo para. Os trabalhos param. O financeiro entra de férias e só te paga em meados de janeiro. E a esperança do ritmo voltar ao normal é só depois do carnaval.

- É um período de festas, então você já está comendo e bebendo há vários dias e não pode ou não deveria se jogar em mais uma.

- É um período de festas, então você já está gastando com as festas e tem de pensar nos presentes, tem de pensar nos presentes, mas gasta nas festas, e viagens e etc; tudo acontece ao mesmo tempo.

- É um período de festas, mas no Brasil é verão, então você não pode se vestir decentemente para as festas.

- É um período de festas, mas a maioria das festas você passa com gente que não vê o ano inteiro, com quem não tem intimidade, então não pode ou não deve afundar o pé na jaca. Tem de sorrir e ser civilizado.

- Você vê gente que não vê o ano inteiro - que vai então dizer que você engordou, ou está magro demais, que está abatido; só com muito esforço vão te achar melhor, porque sem dúvida você estará um ano mais velho.

- É a conclusão do ano. Você tem de dar sorte de esse ser seu melhor mês, porque ficará como um saldo do últimos doze. Se for um mês apertado ou de acontecimentos infelizes deixará a impressão de que foi assim o ano todo.

- Você também precisa ter grandes perspectivas para os próximos meses, o próximo ano, do contrário parecerá o fim do mundo.

- Não importa quão bom seja, não haverá Papai Noel, não haverá a completa satisfação com um simples brinquedo da Estrela. Seu Natal de hoje nunca será como o de ontem.

- E por melhor que seja, mesmo que você seja criança, sempre parecerá uma versão pirata e requentada do “Verdadeiro Natal” com neve. 



Quandos os presentes eram maiores do que eu. 


DEZ COISAS QUE ADORO NO NATAL:


- Os presentes.

- As comidas.

- Você tem desculpa e convites para farrear todas as noites.

- É horário de verão. Então você pode ter passado o dia de ressaca, mas ainda vive com alguma luz.

- Pratos, ingredientes e combinações que são estranhas ao brasileiro o ano inteiro são obrigatórios, tipo peru com fios de ovos, nozes e romã.

- E os Panetones.

- Você pode se permitir relaxar um pouco no trabalho, porque nada acontece (ou é OBRIGADO a relaxar um pouco).

- Apesar do clima sufocante você pode se refrescar um pouco com toda a ideia de neve e renas e bonecos de neve.

- O clima mais tranquilo que a cidade fica entre Natal e ano novo (no caso de São Paulo, claro).

- Por pior que tenha sido, você sente que está chegando ao fim.


Em 2011 fizeram um autêntico gingerbread com meu nome, na Finlândia.
 
No mais, feliz ano novo para vocês. Passei esta semana aqui com minha coelha e passarei a próxima semana de reveillon em Santa Catarina com meu loiro. Bjs 

AS VIAGENS DE MAIO

Debate em Iguape com Chacal mediado por Reynaldo Damazio.  Está chegando ao fim minha turnê com Ana Paula Maia pelo interior do Rio. ...