Obra








NEVE NEGRA
Companhia das Letras, 2017
Na noite mais fria do ano, na cidade mais fria do Brasil, um renomado artista plástico enfrenta dúvidas sobre a identidade de seu filho de sete anos. Obra com os direitos já vendidos para o cinema. 







BIOFOBIA
Editora Record, 2014
Após o suicídio da mãe, um decadente cantor de rock herda uma casa de campo e tem de enfrentar seu medo da natureza. Também está sendo adaptado para o cinema e teatro. 




Mastigando Humanos
Editora Record, 2013 * Ediciones Ambulantes (Espanha), 2013 * La Lignea (Itália), 2013 * Editora Nova Fronteira, 2006
Um improvável romance psicodélico narrado por um jacaré de esgoto. Adotado no PNBE (2008) e leitura obrigatória do vestibular da UEPB em 2013. 




Garotos Malditos
Editora Record/Galera, 2012
Neste romance juvenil conhecemos Ludo, um adolescente descolado que vai estudar num colégio para monstros. Obra contemplada no programa Petrobrás Cultural. 




Pornofantasma
Editora Record, 2011
Volume de contos longos de sexo e morte. Várias de suas histórias foram publicadas também separadamente em antologias na Alemanha, Espanha, Colômbia, México, Estados Unidos e Hungria. 





O Prédio, o Tédio e o Menino Cego
Editora Record, 2009
Bizarro romance de formação em que sete meninos entrando na adolescência se apaixonam por uma professora infanticida. 

Feriado de Mim Mesmo
Editora Planeta, 2005
Um thriller minimalista no qual um solitário tradutor acredita que seu apartamento está sendo invadido. Também foi adaptado para o teatro e tem seus direitos vendidos ao cinema. 






A Morte Sem Nome
Editora Planeta, 2004 * Editora Palavra (Portugal), 2005
Romance narrado por uma suicida serial - uma mulher que se mata a cada capítulo de uma forma. 


Olívio
Editora Talento, 2003
Estreia na literatura com um romance urbano sobre um jovem sem grandes aspirações que cai numa noitada de sexo, drogas e morte. Prêmio Fundação Conrado Wessel de Literatura 2003. 








PRÉ-PÓS-URBANO

Igreja de Satã A natureza é madrasta. A verdade da mata é impenetrável, intransponível, inabitável, não se pode pôr os pés lá. Não há tr...