08/06/2005

O EFEITO THOMAS SCHIMIDT

Ai, fui fazer a barba hoje e encontrei dos aparelhos de barbear na minha pia. Um deve ser do Thomas...
E final de semana passado saiu uma bela entrevista que Carlos Herculano, do jornal Estado de Minas fez comigo. Vai aí a última pergunta (e resposta):

EM: Como Santiago Nazarian vê a literatura?. É puro entretenimento, ou ela pode mudar alguma coisa?. Você escreve para que?

Literatura é uma paixão para mim. É uma forma de eu me sentir mais forte e menos só. Por isso escrevo e por isso continuarei escrevendo, mesmo que arranquem minhas duas mãos. Acho que, hoje em dia, ela não tem muito poder de mudar o mundo. Mas já mudou minha vida, e isso é o bastante. Agora devo ser fiel a ela e, quem sabe, aos poucos não vou mudando a vida de outras pessoas?

Hoje não tenho nada pra dar, volte amanhã.

COMEMORAÇÕES

Fim de semana em Maresias.  A neve enfim chegou. Semana mais fria do ano no Brasil coincidiu com a publicação de meu nono livro, Nev...