20/12/2010

A VIDA AMOROSA DOS MONSTROS


Apesar de dizerem que o centro da Lagoa está completamente poluído, nas margens ainda avisto pinguins, siris, mergulhões e muitos peixes, através de uma água transparente. Dia desses vi um casal de lontras. Foram seguindo do meu lado por toda a Avenida das Rendeiras.

E dia desses vi essa mensagem sendo escrita - "I Love You Dani" -; o homem jogava pedras à distância, da beirada, mirando, calculando e formando com elas as letras e o coração. Técnica interessante, ecológica e inofensiva.

Vi a mensagem, o coração se formando, e isso está lá ainda hoje. Imagino o sorriso que forma no rosto, não só de tal Dani, mas de quem vê a mensagem e pensa qual é a história por trás, como a mensagem foi feita; visualiza o apaixonado (ou apaixonada) que a escreveu como sua própria encarnação do amor romântico.

Mas não foi isso que eu pude ver. E pude entender que,como a religiosidade, o amor só pode ser encontrado com fé e abstração.

É preciso fechar os olhos para encontrar.

Porque só eu via, seguia sozinho. E não havia beleza que pudesse me fazer acreditar. Quem escrevia a mensagem era um gordo careca de sunga, com pelos nas costas. E as gaivotas me diziam que o amor era mais uma farsa.

AS VIAGENS DE MAIO

Debate em Iguape com Chacal mediado por Reynaldo Damazio.  Está chegando ao fim minha turnê com Ana Paula Maia pelo interior do Rio. ...